Social Media

Social Media: As Ferramentas Que Não Pode Esquecer

7 Fev , 2012  

Os social media classificam-se em duas categorias: os expressivos e os colaborativos. As ferramentas de Social Media…

A indústria do marketing está a evoluir drasticamente devido aos progressos tecnológicos que oferecem novas maneiras de alcançar os clientes. Na verdade, os conceitos de marketing estão a mudar tão rapidamente que já existem publicações diárias dedicadas inteiramente a estes temas. Os blogues são um dos desenvolvimentos mais recentes deste exemplo.

Os expressivos incluem os Blogues, o Facebook, YouTube, Twitter, o LinkedIn, o Flickr que permite a partilha de imagens, bem como outros sites de membros e comunidades.

Na categoria de media colaborativos está a Wikipédia e outros sites do género, onde se colabora e se cria informação por colaboração para servir toda a comunidade.

comportamento humano e os valores estão cada vez mais abertos à opinião pública e a uma crítica social.

O Blogue

Um blogue é um tipo de site, página de internet que permite ao utilizador escrever as suas ideias sobre temas que lhe são relevantes e que têm interesse para a comunidade. O Blogue permite manter a presença ativa do bloguer na Web. Os Blogues são como uma diário público, como um livro que nunca foi editado, um espaço de opinião, e permite subscrições através de RSS, feeds RSS que permitem aos seguidores dos blogues receberem as atualizações assim que o blogue sofra alterações, ou postes novos e comentários.

Sites que alojam e permitem criar Blogues: www.bloguer.com, www.blog.com, www.wordpress.com, http://blogs.sapo.pt, www.thoughts.com e entre outros. Através do Blogue pode-se interagir com o nosso público através das redes sociais. Através do Blogue conseguimos partilhar a informações e assuntos de interesse à nossa comunidade.

A Rede Social Facebook

Em 2004 um grupo de estudantes da Universidade de Harvard criou uma rede social exclusiva para os estudantes dessa universidade. Entretanto a rede foi expandida a outras universidades de Boston e a todas as pessoas maiores de 13 anos.

O Facebook tornou-se um caso de sucesso tornando a maior rede social a nível mundial.

Hoje, se o Facebook fosse um País era o terceiro o mais populoso do mundo.

Cada vez mais profissionais e empresa utilizam o Facebook para promover os seus produtos e serviços. É possível criar páginas em que se gosta ou nos tornamos fãs.

Há uma semana esta famosa rede social fundada por Mark Zuckerberg entra em Bolsa. Uma estreia aguardada há muito! Com a entrada do Facebook na Bolsa de Nova Iorque o valor da empresa poderá rondar entre 75 mil milhões de dólares e 100 mil milhões. Espera-se que seja uma das maiores estreia de sempre.

O Twitter faz-se Twitando…

O Twitter cresceu exponencialmente nos últimos anos e contagiou as redes sociais. Chama-se a este tipo de redes sociais Microblogging. É quase um diário que permite escrever 140 caracteres, onde se pode adicionar fotos, vídeos, artigos de blogues e de sites onde existem as hiperligações das redes sociais.

O Twitter é o mais famoso serviço de microbloguing. Pode-se twittar em qualquer lado, já existem aplicações para telemóveis à semelhança das do Facebook. Há muitas empresas presentes com os seus produtos e serviços.

As empresas começam a estar onde se encontram os seus públicos. É raro numa hora de maior audiência televisiva não haver computadores distribuídos pela família a navegar na WEB.

Youtube ou Viddler ou o seu Canal de Televisão.

Este serviço permite a publicação de vídeos na internet e possibilita que tenhamos o nosso próprio canal. Com os telemóveis de terceira à quarta geração com pacotes de internet barata podemos filmar em qualquer lugar e publicar os nossos conteúdos na Web e partilhá-los nas diversas redes sociais que utilizamos. Os vídeos devem ter legendas e um áudio que identifique a sua origem. Assim, mesmo que alguém os partilhe divulga a sua marca.

No entanto, já existem inúmeros sites que aceitam colocação de vídeos on-line podendo mesmo obter-se as métricas de visualizações.

Linkedin, o seu currículo online!

O Linkedin e os sites de Social Networking estão a mudar a forma de recrutar pessoas. Potenciais clientes, fornecedores, parceiros e empresas de recrutamento utilizam cada vez mais estes canais online.

A pessoa certa no lugar certo.

O Curriculum Vitae tradicional é um papel passivo, quase secreto, selecionado sem critérios de segmentação. Muitos caem diretamente no caixote do lixo.

Para resolver esta questão surge o Linkedin. O Linkedin foi lançado em Maio de 2003, sendo um dos primeiros sites do género, o que o permitiu chegar a mais de 135 milhões de utilizadores em todo o mundo, atualmente.

Ao tornar-se membro cria um perfil, que resume a sua vida profissional e a sua formação. A partir desse momento pode convidar outros contactos para fazer parte da sua rede de contactos. É importante o marketing Pessoal. Cuidado com o que se escreve e a escolha da Foto. Não se deve colocar no Linkedin uma foto em fato de banho, a não ser que seja nadador salvador!

Estas são as redes com mais sucesso no Mundo e as que podem ser uma mais-valia tanto para o utilizador como para as empresas. Um bom Plano de Social Media não pode, de todo, ignorar estas redes sociais.

Uma rede social recente, mas em ascensão convicta, é o Google Plus.

Fundador do Blogue MediasSociais - a nova tendência, experiência em Jornalismo, Formação em Comunicação Empresarial e Pós-Graduação em Marketing & Banking Social Media no ISGB. Autor dos eBook's Toolkit de Social Media Marketing e Pensar Social Media.

, , , , , , , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *