Mobile

A Apple e as Desculpas Para os Erros Dos Mapas

2 Out , 2012  

 

 

A Apple está a ter problemas com os clientes por causa das falhas na sua nova aplicação de mapas. Esta aplicação faz parte do iOS 6, a nova versão do sistema operativo, que se estreou com o iPhone 5. A nova App substitui a anterior, que usava a base cartográfica do Google.

A atual base de dados dos mapas pertence à Apple. Mas a decisão parece ter sido má. Os erros vão de cidades que estão no meio da Antártica, ao mar que de repente se transformou em terra. A quantidade de erros na App Mapas do iOS 6 consegue surpreender. Há cidades em locais errados, nomes trocados e imagens que mais parecem pinturas realizadas a pincel.

No Japão, diversos lugares têm nomes em coreano, Dublin, a capital da Irlanda, tinha um aeroporto extra. E uma busca pela ponte Golden Gate, em São Francisco, aponta para um lugar a seis quilómetros da distância real. Aguns destes erros já estão corrigidos!

ponte ondulada e cores irreais na paisagem

A Apple tinha um contrato com o Google mas nenhuma das empresas se pronunciou sobre o fim do contrato. Em tóquio, num evento, um representante da google chegou mesmo a dizer que a Apple devia ter continuado com o Google Maps.

O mesmo aconteceu com o Youtube, também desapareceu do iPhone. Será que devo comprar o iPhone 5?

Há quem afirme, que já no tempo de Steve Jobs, as coisas começaram a correr mal com  o desenvolvimento e expansão do sistema Android do Google. E parece que a guerra era mesmo de Jobs. Para Jobs, Eric Schmidt presidente do conselho da Google e que fazia parte da administração da Apple, era um traidor.

Segundo alguns especialista, fica a dúvida sobre o contrato que a Apple fechou com a TomTom, principal fornecedora de mapas da nova aplicação.  A TomTom já veio desculpar-se ao dizer que não tem culpas nas falhas.

Numa carta, citada pela Reuters, Tim Cook lamenta os erros dos mapas e afirmou que a Apple continua a melhorar o serviço para que os mapas da Apple fiquem os melhores.

Afirmou, “Enquanto estamos a melhorar os mapas, podem experimentar alternativas descarregando aplicações da loja da Apple, como o Bing, MapQuest e Waze, ou utilizar os mapas da Google ou Nokia nos sites da Internet e criar um ícone direto para essa aplicação”.

O mais curioso foi a sugestão do Tim Cook para que os utilizadores  procurem outros serviços de Mapas disponíveis na loja de aplicações da Apple enquanto o Mapas da Apple não estiver operacional. Será que rolaram cabeças?

Fundador do Blogue MediasSociais – a nova tendência, experiência em Jornalismo, Formação em Comunicação Empresarial e Pós-Graduação em Marketing & Banking Social Media no ISGB. Autor dos eBook’s Toolkit de Social Media Marketing e Pensar Social Media.

, , ,


One Response

  1. Celo Rasta diz:

    this was a really quality post. i wasn’t aware of the many ripples and depth to this story until i surfed here through google! great job.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *