Marketing Digital

Marketing: Dicas para Evitar Erros no Desenvolvimento de Aplicações Móveis

9 Mai , 2013  

App para o smartphone Dicas para evitar errosAs aplicações móveis ocupam-nos 80% do tempo que dedicamos aos nossos Smartphones. O Smartphones, ou telefone inteligente, é um telemóvel com funcionalidades avançadas, que tem um sistema operativo que pode estender essas funcionalidades, como instalar aplicações, que são como programas ou mesmo sites alterados, adequados e com a usabilidade própria para um dispositivo móvel.

Um trabalho recente da MarketingProfs dá-nos a perceber que o utilizador médio passa cerca de 94 minutos por dia a interagir com aplicações. Por isso, a necessidade do marketing mobile começar a especializar-se, de modo a que os developers mobile, quem desenvolve as aplicações para smartphones possam melhorar a experiência dos utilizadores.

Vou lançar aqui algumas dicas importantes ao nível do marketing mobile para se evitar alguns erros ao nível da construção das Apps:

Uma aplicação não é um site:

O utilizador quando usa uma aplicação tem um interesse e um motivo claro! Uma aplicação não é um site, logo não serve para navegar como num computador. Uma App deve destacar de forma simples as acções que o utilizador deve executar. Deve mostrar em passos simples o que fazer para obter as suas informações necessárias. As aplicações deve ter sempre um objetivo e uma finalidade.

O ecrã do Smartphone não é o de um computador portátil

Tem um tamanho muito pequeno, até +- 5 polegadas, o que pode dificultar a leitura e a usabilidade. Por isso, não se precisa de botões e símbolos (favicons) grandes. Temos de ter uma economia de conteúdo, devem mostrar-se apenas as informações relevantes. O utilizador não quer textos ou testamentos de boas-vindas ou instruções complicadas. Um projeto com usabilidade e interatividade deve evitar etapas desnecessárias. O utilizador pede apenas o necessário para a sua resposta. É esse o propósito da aplicação!

Esquecer a Geolocalização

Os dispositivos móveis são muito diferentes de um computador tradicional. A grande diferença é a capacidade de saber em todos os momentos onde os utilizadores estão. Estes dispositivos oferecem informações personalizadas sempre próximo da área de localização. O Smartphone pode notificá-lo de tudo o que é do seu interesse e à sua volta, na palma da sua mão. A geolocalização é uma ferramenta indispensável para o marketing e para o utilizador, porque fornece conteúdo interessante quando precisamos.

Não criar a necessidades do utilizador em voltar a usar a Aplicação

Devemos fazer com que as aplicações se tornem um imperativo para os utilizadores, têm de ficar na mente do utilizador para que fique no ecrã de destaque do seu Smarphone. Cada vez que o utilizador carregue no botão da home o símbolo (favicon) da App está lá… no primeiro ecrã… para o lembrar que é indispensável à sua vida.

Não oferecer melhorias contínuas. Devem existir atualizações

A tecnologia está num desenvolvimento desenfreado. Os utilizadores estão mais sofisticados e exigem novas actualizações e upgrades. Deve-se criar condições para otimizar o desempenho, a velocidade de carregamento e a “leveza”. O utilizador dá primazia ao espaço que a aplicação ocupa. Quanto mais leve for, maior o seu desempenho, maior a velocidade, mais operacionalidade e eficiência.

Para rentabilizar o projecto, não avance sem uma estratégia clara

A aplicação serve uma necessidade, serve um objetivo. A aplicação tem de ter valor, diferenciar-se dos concorrentes, porque só assim, se pode destacar. Há muitas, que não chegam a ser descarregadas, porque não tem qualquer utilidade. No entanto, uma aplicação bem projetada e programada, pode estar sujeita a que os utilizadores não apreciem o seu verdadeiro valor. Se calhar foi pensada a estratégia de SMO, incentivada pela interação que permitir que os utilizadores partilhem entre si a aplicação nas redes sociais e e-mail.

O objetivo de qualquer projecto é ser vendável, e quanto mais popular, maior será o número de downloads e maior o retorno do investimento.

Fundador do Blogue MediasSociais – a nova tendência, experiência em Jornalismo, Formação em Comunicação Empresarial e Pós-Graduação em Marketing & Banking Social Media no ISGB. Autor dos eBook’s Toolkit de Social Media Marketing e Pensar Social Media.

, , , ,


One Response

  1. […] TAMBÉM: Dicas para evitar erros na construção de aplicações; 6 aptidões para estar nas redes sociais; e a importância do tempo em Social […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *