Tecnologia

CES 2014: ZTE Exibe O Seu Conceito De Smartphone Modular

9 Jan , 2014  

ZTE_modular

A empresa apresenta no seu expositor como seria o Eco-Mobius, o seu smartphone modular, permitindo a troca de câmara, bateria, ecrã, processador entre outros componentes centrais.

A Motorola, pertencente à Google, surpreendeu todos há alguns meses quando anunciou os seus planos para desenvolver um smartphone modular por meio de uma parceria chamada Project Ara, mas até ao momento não se sabe de nenhum avanço significativo no desenvolvimento do projecto. No entanto, na CES, a ZTE está a exibir o seu próprio conceito de smartphone em módulos,  de nome Eco-Mobius.

Apesar de o dispositivo estar trancado em expositores que não deixam aceder a uma análise muito detalhada de como o sistema de módulos funciona, o conceito mostra bem todas as possibilidades disponíveis. O utilizador pode substituir os módulos de câmara, bateria, ecrã, GPU, CPU, RAM, armazenamento do dispositivo, por exemplo.

O design do dispositivo é bastante interessante, com todos os componentes encaixados dentro de uma estrutura de plástico que exibe convenientemente quão modular o smartphone é. No entanto o Eco-Mobius por enquanto é apenas um exemplo de como seria o visual de um aparelho desses.

Um representante da ZTE esclareceu que a empresa ainda não está a desenvolver o smartphone, embora os seus engenheiros estarem a trabalhar para resolver as numerosas dificuldades que devem ser superadas antes da produção de um smartphone como este possa ser iniciada. A fabricante anunciou o Eco-Mobius no final de 2013, mas esta é a primeira vez que o aparelho é exibido publicamente.

eco_mobius

Na exposição da empresa na CES, a ZTE apresenta ainda, para além do smartphone modular,  um de tablet modular. Quando anunciou o dispositivo, a empresa disse que imaginava um futuro em que utilizadores poderiam trocar a câmara conforme a sua necessidade fotográfica ou fazer upgrades nos seus telemóveis quando se tornassem obsoletos.

Embora a ZTE esteja apenas a tentar atrair algum público para a ideia, a Motorola parece comprometida com o projecto de módulos. No mês passado, o CEO da Motorola, Dennis Woodside afirmou que vê o projeto Ara como o futuro da personalização dos smartphones. Além disso, a Motorola, em novembro, contratou um parceiro de produção e já existe um protótipo interno do dispositivo. É de lembrar que o projecto Ara tem um grande suporte por parte de uma comunidade formada por milhares de pessoas, pessoas essas que partilham pensamentos e ideias que certamente vão impulsionar a chegada do primeiro smartphone modular. Mas por enquanto, só nos resta continuar a sonhar.

 

Estudante de Engenharia Informática, co-fundador do Blogue MediasSociais – a nova tendência, auto-didata em tecnologia da inovação, social media e gestão das tecnologias da informação. Fundador da uBlippy, rede social familiar, 4.º lugar da VLAbs 2014.

, , , , , , , , , , , , , , , , ,


Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *