Social Media

Social Media: Twitter Cresce Nas Marcas

19 Jan , 2014  

Social MediaTwitter Cresce nas MarcasCerca de 57% das empresas já incluiu Twitter na estratégia de social media. O Twitter começa a ser mais do que uma rede social simples. Além de permitir a troca de idéias e conteúdo entre os utilizadores, a plataforma funciona como um reflexo da atividade social. O Twitter fornece informações sobre o setor, a marca e os utilizador, como qualquer outro meio, tornando-se essencial.

As marcas começam agora a dar mais importância ao Twitter, porque lhes permite chegar mais perto do seu público e entrar em contacto direto com o consumidor. No microblogue as empresas conseguem o contacto “on time” com o utilizador. Os utilizadores do Twitter são três vezes mais propensos a seguir uma marca do que no Facebook. Além disso, o Twitter é uma rede social eficaz para a captar “Leads”.

Esta plataforma também está a servir como barómetro de conversa social. É apropriada para detetar tendências, conhecer as atitudes e percepções dos utilizadores em relação à marca ou produto. 35% dos utilizadores ativos do Twitter usam este meio para partilhar as suas experiências com as marcas, empresas e produtos. Fazem recomendações públicas e até chegam a pedir a opinião dos outros utilizadores sobre os produtos da marca.

O potencial do Twitter é inquestionável. O Twitter como meio de comunicação direta, leva a que 19% dos utilizadores afirmem a atenção para as marcas. No entanto, 70% das empresas ainda ignoram a procura do seus clientes no Twitter.

Outra vantagem atribuída ao Twitter é a sua influência sobre as decisões de compra.  67% dos clientes afirmam que preferem comprar produtos das marcas que seguem no Twitter. Mais de 79% dos utilizadores estão  dispostos a recomendar as marcas através da rede social em forma microblogue.

Os cuidados a ter nesta rede social, onde a relevância do conteúdo é enorme deve passar por uma monitorização centrada na atividade dos utilizadores, com o objetivo de compreender a percepção que os utilizadores têm da marca e dos produtos e serviços e, até mesmo, da concorrência direta.

LEIA TAMBÉM: Os Social Media em 2014; As tendências do marketing em 2014 e Twitter vai ser mais do que um meio de comunicação da web 2.0.

Em 2013, 81% das empresas consideraram que as redes sociais podem comprometer seriamente a reputação de uma marca, se as plataformas não forem gerida de forma profissional. Mesmo assim, os números são claros, 85% acha que o twitter aumenta o envolvimento “engagement” das marcas com seus clientes, enquanto 58% admite ter sido capaz de aumentar as suas vendas e outros 41% reduziram os custos de atendimento aos cliente.

Apenas 23% das marcas afirmam ter usado ferramentas de monitorização. Estes são recursos muito úteis para detetar quem está a mencionar a empresa na rede social, detectando-se, assim, influenciadores, embaixadores e defensores da marca. Com esta tecnologia em “real time” e é possível saber o que está a ser dito sobre a marca e agir em tempo útil.

Para concluir, a era do marketing de conteúdo “puro e duro” está a acabar e começa a gora a entrar-se numa nova era do marketing social. Continua-se a abranger o conteúdo dito tradicional, mas a disciplina vai muito mais além. A tendência passa, sobretudo, pelo envolvimento dos utilizadores com as marcas, por estratégias inovadoras como a imagem e conteúdo estudado e partilhado de forma inteligente.  Pretende-se um envolvimento cada vez maior com o cliente. Conteúdo simples, eficaz e eficiente.

Fundador do Blogue MediasSociais – a nova tendência, experiência em Jornalismo, Formação em Comunicação Empresarial e Pós-Graduação em Marketing & Banking Social Media no ISGB. Autor dos eBook’s Toolkit de Social Media Marketing e Pensar Social Media.

, , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *