Social Media

Social Media: Venda as Suas Más Notícias

1 Mar , 2015  

Em social media todos contam histórias. Quando surge uma má notícia ela é partilhada e lida pelos seus fãs e pelos amigos dos seus fãs. Uma grande diferença entre as redes sociais e os media tradicionais é capacidade destas, na comunicação bidirecional e da proliferação das notícias, imagens e artigos.

Este conteúdo é partilhados e compartilhados por todos, sem muitas vezes as empresas ou as marcas terem um controlo eficaz na comunicação. Por isso o medo que algumas marca têm do Social.

Não há melhor maneira para evitar um desastre na comunicação, que assumir as más notícias. Quando algo corre mal em social media alguém há-de conta a história. Mais vale que seja a empresa a contar, senão está a criar a oportunidade que se espalhem boatos negativos, rumores e falsidades. As suas más notícias têm dono.

Quando tiver problemas transmita-os aos seus clientes, tanto os que estão em social media como os que estão offline e não sabem de nada. Mais cedo ou mais tarde eles acabam por saber.

Nos tempo que correr já não é possível esconder-se seja o que for. Hoje em dia alguém irá falar do assunto se a empresa ou o departamento de comunicação não atuar. Os utilizadores, clientes, fornecedores e mesmo os stakeholders estão online e vão publicar ou partilhar as notícias nas redes sociais e toda a gente ficará a saber. Já não existem segredos.

As pessoas vão respeitá-lo se for transparente, honesto e claro na comunicação durante uma crise em social media. Esta mistura de liberdade de comunicação interativa combinada com a facilidade do uso das ferramentas para produzir conteúdo, a arquitetura de base participativa e o sem custo nas publicações, tornam os social media uma das mais influentes e poderosas formas de comunicação até hoje criadas.

O facto de se poder fazer mais, com menos, torna a receita apetecível para todos, especialmente para as empresas.

Infelizmente, é para estas que, muitas vezes, este novo paradigma se revela desastroso. Muitas, para além de um site, decidem avançar sem uma estratégia e um plano de social media, para a presença online, nas redes sociais e profissionais mais conhecidas. E o que se verifica é que, uma parte substancial dessas empresas, não está preparada para lidar com um cenário de crise.

Não se esconda atrás de manobras de manipulação nem tente esconder as suas más notícias. Os seus consumidores devem ter o máximo de informação. Transforme a sua marca numa Lovebrand.

Fundador do Blogue MediasSociais – a nova tendência, experiência em Jornalismo, Formação em Comunicação Empresarial e Pós-Graduação em Marketing & Banking Social Media no ISGB. Autor dos eBook’s Toolkit de Social Media Marketing e Pensar Social Media.

, , ,


Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *