Social Media

As Redes Sociais Começam a ser Decisivas no Recrutamento de Pessoas

12 Nov , 2015  

As redes sociais, em forma de plataforma informática, com os pequenos anos de vida que têm deixaram de ser há algum tempo apenas um serviço de partilha de conteúdo e de interação entre os utilizadores. Para além daquilo que publica e o cuidado a ter com a privacidade, (reveja sempre o conteúdo de outros na sua cronologia, antes de outros verem) as empresas começam a dar grande ênfase às redes sociais para recrutar bons candidatos. As redes sociais começam a ser decisivas no recrutamento de Recursos Humanos.
Para além daquilo que se publica é preciso ter cuidado com o que se gosta. Atenção que estar nas redes sociais é o mesmo que estar na vida real. Se se expor em excesso, a sua credibilidade fica abalada, porque para além de utilizador comum tem um currículo profissional a defender.

O que acontece com as redes sociais é tornar uma atitude ou um estado de espírito privado, que podia ser reservado, em público.

Os comportamentos em excessos normalmente não têm um final feliz.

Um estudo da CareerBuilder aponta que 51% das empresas que pesquisaram sobre profissionais através das redes sociais desistiram da contratação devido a conteúdos por eles publicados ou onde houve interação.

O estudo mostra que 43% das empresas afirmam utilizar as redes sociais como forma de saber mais sobre os candidatos. Cerca de 45% das empresas, disseram que utilizam ferramentas como o Google para a prospeção de novos colaboradores e 12% dizem que analisam posts e comentários dos candidatos.

A análise da consultora revela que a monitorização das redes sociais é cada vez mais recorrente e o comportamento dos empregados nas redes é observado constantemente. “A empresa está atenta ao que se fala sobre ela. Por mais que seja uma rede social pessoal, os colaboradores das empresas precisam respeitar a política de governação da empresa e ficarem atentos.
As empresas deviam dar aos seus colaboradores um manual de boa utilização das redes sociais com todas as regras importantes para a empresa.

As redes sociais oferecem às empresas candidatos e uma ideia da personalidade do profissional. Normalmente, o que é utilizado no recrutamento para saber se o comportamento do utilizador é adequado à cultura da empresa, é se o perfil nas redes sociais tem peso importante; o conteúdo que se posta ou publica; e o que os amigos publicam sobre ele. Isto tudo determina a sua passagem à fase de seleção.

Para concluir: É importante que os utilizadores das redes sociais tenham a certeza que qualquer pessoa pode ver o que foi publicado, inclusive um futura empresa ou responsável. Há especialistas que recomendam que há conversas que devem ser efetuadas em áreas reservadas, opiniões, preconceitos, tomadas de posições políticas, etc.

 

JC-ECO1026_REDESSOCIAIS-web

Fundador do Blogue MediasSociais – a nova tendência, experiência em Jornalismo, Formação em Comunicação Empresarial e Pós-Graduação em Marketing & Banking Social Media no ISGB. Autor dos eBook’s Toolkit de Social Media Marketing e Pensar Social Media.

, , ,


One Response

  1. […] Leia Também: As redes sociais começam a ser decisivas para o recrutamento de pessoas! […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *